Publicidade
Início Teletime Mercado viverá fase de expansão com novos lançamentos

Mercado viverá fase de expansão com novos lançamentos

O mercado de satélites no Brasil deve enfrentar uma fase de expansão com novos lançamentos. A Intelsat, uma das principais operadoras do mercado, planeja para o mercado local um de seus satélites Epic, com múltiplos spots e alta performance, potência e taxa de transmissão. Segundo Estevão Guizoni, diretor geral da Intelsat do Brasil, o país estará na cobertura do Intelsat 29E, que operará em banda Ku e tem capacidade de tráfego de 60 Gbps. "Será  um satélite voltado a operadores e corporações. Não para usuários finais. Nosso foco é corporativo.
Já a SES planeja para o próximo ano  o SES 6, que terá grande capacidade para a América do Sul e coberturas especialmente planejadas para o Brasil.

Notícias relacionadas
A SES não tem planos de lançar uma oferta de banda Ka no curto prazo no Brasil.
Não é o caso da Hispamar, que terá uma cobertura em banda Ka no Amazonas 3, planejado para ser lançado no primeiro trimestre do ano que vem. Especificamente para banda Ka, o primeiro satélite da Hispamar deve subir apenas em 2015, com o Amazonas 4.
Já a Telesat planeja lançar imediatamente para o Brasil até o final do ano o Anick G1, que terá capacidade adicional de 12 transponderes em Ku e 12 em banda C. Para a Telesat, o investimento em banda Ka para o Brasil, devido à questão das chuvas, traz um risco adicional, e isso só entrará no planejamento da empresa caso haja demanda de algum operador.
Os novos planos se somam ainda à perspectiva de entrada em operação de um satélite em banda Ku da Hughes (e outros dois em banda Ka e S), ao lançamento do C3 da StarOne no final do ano e ao C4 em 2014.
Os planos das operadoras foram detalhados no Congresso Latino-americano de Satélites, realizado pela Converge esta semana, no Rio de Janeiro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile