Governo argentino quer excluir teles da oferta de conteúdos

A presidente da Argentina Cristina Kirchner anunciou nesta segunda, dia 14, que alterará o projeto da Lei de Radiodifusão enviado recentemente ao Congresso daquele país para evitar que empresas de telecomunicações, de qualquer tipo, atuem na entrega de sinais de TV. Esta é a regra em vigor atualmente, informa o noticiário Prensário International, mas no novo projeto de lei a vedação havia sido flexibilizada. A ideia é assegurar que as teles não possam ter o monopólio dos serviços de TV paga e também evitar uma desigualdade concorrencial entre a Telecom Argentina (controlada pela Telecom Italia) e a Telefônica, pois, pelas regras propostas, apenas a Telecom Argentina teria capacidade de oferecer triple play caso fosse comprada por investidores locais, e há rumores na imprensa argentina de que a Telmex estaria atuando para financiar esses investidores. A proposta do governo exige que empresas que distribuem conteúdos tenham 70% de seu capital controlados por argentinos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.