Cronograma da Oi prevê venda da Móvel em 2021 e fim da RJ no ano seguinte

Foto: Pixabay

Junto com o balanço financeiro do segundo trimestre e a nova proposta de aditamento ao plano da recuperação judicial, a Oi divulgou o cronograma esperado para a empresa nos próximos anos. A começar com a apresentação da proposta inicial e até o encerramento da RJ, a empresa prevê que todos esses processos se encerrem em maio de 2022. Claro, isso se o plano obter aprovações judiciais, regulatórias e concorrenciais.

"Estamos muito confiantes de que a Oi vai chegar ao fim de 2021 completamente transformada", declarou o CEO da tele, Rodrigo Abreu, em teleconferência de resultados financeiros nesta sexta-feira, 15. Até lá, o executivo espera que a empresa já tenha vendido todos os ativos pretendidos, incluindo a InfraCo e a Oi Móvel.

A operadora já passou pela etapa de apresentação da proposta original, agora ajustada após a mediação com "credores relevantes" – ou seja, grandes bancos. Neste momento, o próximo passo é a realização da assembleia geral de credores, no dia 8 de setembro

Em seguida, a Oi deverá promover os leilões de vendas das unidades produtivas isoladas de torres (TowerCo) e de data centers em "outubro ou novembro". Logo em seguida, em dezembro, a companhia espera promover tanto a alienação dessas duas unidades, com a finalização da transação, quanto um dos mais esperados: o leilão da UPI Ativos Móveis, a Oi Móvel

Passando para o primeiro trimestre de 2021, a Oi quer realizar dois processos competitivos: pela UPI de fibra (InfraCo) e pela UPI de TV por assinatura (TVCo). A alienação da InfraCo só aconteceria no terceiro trimestre do mesmo ano. 

No último trimestre de 2021, ocorreria a conclusão da venda da TVCo e da Oi Móvel – neste último caso, o processo que deverá ter maior escrutínio da Anatel e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), ainda mais se for confirmada a vitória do consórcio formado por Claro, TIM e Vivo

Fim da RJ

Finalmente, em maio de 2022, ocorreria o encerramento da recuperação judicial. Vale lembrar que há a possibilidade de um pedido extraordinário de prorrogação da RJ, como de fato já ocorreu no final do ano passado. E também há a previsão da realização de um leilão reverso dos créditos até 2024.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.