UOL cresce em publicidade e assinantes de banda larga

A receita com publicidade e serviços e o aumento de assinantes de banda larga contribuíram para os bons resultados do UOL no segundo trimestre de 2007. A receita de publicidade caixa (marca, links patrocinados e novos produtos) cresceu 27,5% ante o primeiro trimestre alcançando R$ 30,6 milhões. Esse resultado representa um crescimento de 80% sobre o mesmo período do ano passado e deveu-se principalmente ao aumento do número de anunciantes de publicidade de marca e ao crescimento da receita com novos produtos, segundo a companhia. O número de assinantes pagantes de banda larga alcançou 915 mil em junho de 2007, com a adição de 73 mil novos usuários no período, representando um crescimento de 47% sobre as adições líquidas do primeiro trimestre de 2007.
Ebitda totalizou R$ 51,8 milhões, com um crescimento de73,8% ante o primeiro trimestre deste ano e 111% comparado ao mesmo período de 2006. A margem Ebitda alcançou 40% apresentando um crescimento de 18% sobre o segundo trimestre de 2006. O lucro alcançou R$ 37,7 milhões neste trimestre, com crescimento 69,1% ante o trimestre anterior que atingiu R$ 22,3 milhões. Comparado ao mesmo período de 2006, o crescimento da margem Ebitda foi de 84%.
A receita bruta de serviços totalizou R$ 183,1 milhões neste trimestre ante R$ 161,5 do trimestre anterior. Comparado ao mesmo período de 2006 o crescimento foi de 23%. Entre os lançamentos de novos serviços a empresa destaca o de recebimento de chamadas, o UOL Voip IN e a reformulação da oferta de serviços para celular. Todos os usuários da internet já têm acesso aos ringtones e wallpaper oferecidos no site.
O lucro bruto atingiu R$ 77,2 milhões neste trimestre com um crescimento de 15,2% ante o trimestre anterior (R$ 67 milhões) e um aumento de 37% comparado a 2006.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.