Publicidade
Início Newsletter Com fundo soberano de Cingapura, Equinix terá novos data centers no Brasil

Com fundo soberano de Cingapura, Equinix terá novos data centers no Brasil

A provedora de data centers e interconexão Equinix anunciou um projeto de expansão avaliado em US$ 3,9 bilhões ao lado do fundo soberano de Cingapura (GIC). O movimento busca a construção de 32 novos data centers em todo o mundo.

Três deles estão previstos para o Brasil, ou mais precisamente no estado de São Paulo; apenas no País, US$ 420 milhões devem ser injetados pela iniciativa da dupla. Um quarto data center nas Américas ficará situado na Cidade do México.

Localidades na Alemanha, Reino Unido, Finlândia, Espanha, Itália, França, Polônia, Irlanda e Japão também contarão com novos sites, da família xScale da Equinix. Já três praças adicionais devem ser anunciadas futuramente.

Notícias relacionadas

A expectativa é que a execução do projeto seja aprovada em ondas nestes mercados a partir de 2021. Segundo os termos acordados, o GIC possuirá 80% de participação acionária nas futuras joint ventures e a Equinix, os 20% restantes.

O fundo soberano de Cingapura tem outros investimentos no Brasil, como participação acionária de 25% na Algar Telecom por meio da Archy LLC. O GIC também tem investimento na empresa de torres IHS, que está aumentando sua participação em solo brasileiro.

Planos

Quando encerrada a expansão, a Equinix acredita que o portfólio global de data centers xScale somará US$ 6,9 bilhões. Quase 10 mil corporações operam atualmente a partir da plataforma, segundo a empresa.

A intenção com a expansão da infraestrutura é atender demandantes em larga escala (hyperscale), incluindo os maiores provedores de serviços de nuvem do mundo – como Alibaba Cloud, Amazon Web Services, Google Cloud, IBM Cloud, Microsoft Azure e Oracle Cloud Infrastructure. As empresas foram citadas pela Equinix como atuais clientes.

“O arranjo de joint venture permite que essas grandes implantações sejam estruturadas em um modelo de elementos extrapatrimoniais que visa a preservar o capital para investimentos em nossos data center de varejo tradicional e em negócios de infraestrutura digital, mantendo nossa flexibilidade estratégica e financeira”, explicou o CEO da Equinix, Charles Meyers.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile