TVs, rádios e redes digitais também podem ter metas

A Anatel ainda não sabe que novas metas de universalização serão criadas para as empresas que renovarem seus contratos de concessão de telefonia, disse Luiz Tito Cerasoli, conselheiro da agência, presente nesta sexta, 14, no 5º Seminário Telecom. "As metas antigas não serão reduzidas, mas não consigo pensar em novas metas para STFC", afirmou. Por outro lado, para Cerasoli, há bastante espaço para criar metas de universalização para as empresas que conquistarem concessões de TV e rádio digital.
Recentemente, em entrevista ao TELETIME News, Cerasoli afirmou também que a Anatel iniciou processo de contratação de consultoria que estudará justamente quais serão estas novas metas. Uma idéia defendida pelo conselheiro é que o acesso a redes digitais de transmissão de dados seja universalizado, a exemplo do que foi feito com a telefonia fixa comutada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.