Banda Larga para Todos só após definição sobre contingenciamento, diz Berzoini

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, disse nesta quinta-feira, 14, que o Plano Banda Larga para Todos (PBLT) deve ser anunciado ainda no primeiro semestre e o primeiro leilão reverso pode acontecer ainda este ano. "Nós estamos definindo qual o modelo de leilão adequado e esperando que a equipe econômica feche o contingenciamento (do orçamento), o que deve acontecer até o final deste mês", disse.

Notícias relacionadas
Berzoini disse que tem reivindicando um tratamento diferenciado para o orçamento do setor, mas que essa é uma luta permanente dentro do governo. "O PBLT é para quatro anos e dificilmente precisaremos investir uma grande soma este ano, até porque o leilão reverso depende de um tempo para ser feito, da realização de audiência pública, então não terá reflexo nas contas desse ano", afirmou. "Estamos confiantes de que chegaremos a 2018 com as metas cumpridas de levar a banda larga a 95% da população com custo acessível e qualidade boa", ressaltou.

O ministro, que participou hoje da posse de Jorge Bittar na presidência da Telebras, salientou que já foi encontrada uma solução parcial para garantir os recursos para o satélite brasileiro, que envolve cooperação internacional. Ele espera ter uma solução total até o final do ano. "Eu tenho cotejado todos os argumentos da equipe econômica, mas não podemos deixar de compreender as dificuldades dessa área", afirmou.

Canal da Educação

Na parte da manhã, Berzoini assinou portaria conjunta com o ministro da Educação, Renato Janine, para implantação do Canal da Educação, um dos quatro canais públicos previstos no decreto da TV digital. O canal poderá ser assistido por todos os residentes dos municípios onde houver pedido de consignação por parte do MEC.

O Canal da Educação poderá veicular até cinco programações diferentes ao mesmo tempo, utilizando o recurso da multiprogramação. Além disso, terá prioridade na faixa do chamado VHF alto, que hoje engloba os canais 7 a 13 da TV analógica. Além do mais, pode contar com os recursos da interatividade, caso os telespectadores desse canal disponham de um sep-top box com Ginga C. "Certamente a doação desses conversores para as escolas está contemplada nas estratégias do MEC", disse o ministro.

Berzoini disse que o sucesso do canal depende de acesso à web de qualidade nas escolas. Para isso, já está conversando com o ministro Janine para juntar orçamentos e estratégias para que a melhor banda larga do Brasil seja a das escolas. "Nós queremos ter um projeto pedagógico que efetivamente possa usufruir de todos os avanços tecnológicos e o estudante mais carente tenha acesso também e essa diversidade cultural e tecnológica", completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.