Saraiva lança serviço de VOD com 500 títulos no acervo inicial

A Livraria Saraiva lançou esta semana seu serviço de video-on-demand, conforme havia antecipado este noticiário em 14 de abril. Os usuários poderão alugar ou comprar vídeos pelo site www.saraiva.com.br/digital ou pelo aplicativo Saraiva Digital. "Acreditamos muito neste produto. É um mercado novo. No futuro, o consumidor vai consumir produto digital da mesma maneira que consome um DVD", afirma Marcílio Pousada, presidente da Livraria Saraiva, destacando que a empresa ainda pretende expandir os serviços digitais para as áreas de música e livros no futuro.
Para o lançamento do serviço, a Saraiva conta com um acervo ainda limitado a 500 títulos entre filmes, documentários e conteúdo infantil, material de seis estúdios (Warner, Paramount, Paris Filmes, Flashstar, Logon e Alfa Filmes). O objetivo é chegar a 2 mil títulos até o final do ano. Segundo Pousada, a meta é que o serviço digital tenha, em breve, um acervo maior do que o das lojas. "Temos certeza de que em breve todos os estúdios estarão com a gente. Não temos encontrado resistência porque nós temos objetivos em comum e o modelo está baseado em remuneração de toda a cadeia", explica. O lançamento dos filmes em VOD será definido com os estúdios, de acordo com o presidente da livraria. A ideia é aproximar-se o máximo possível do lançamento em home video.
Tecnologia
A tecnologia para o aplicativo Saraiva Digital foi desenvolvida pela Microsoft em parceria com a Trutech. A interface é interativa, o cliente pode selecionar capítulos, trocar legenda e áudio, ler comentários de outros clientes e também registrar sua opinião, classificar filmes em um ranking de favoritos e ter acesso á promoção. A compra ou locação de vídeos é feita de maneira semelhante à compra de qualquer outro produto no site, com cartões de crédito ou cartão Saraiva. Assim que a transição for confirmada, o download é iniciado e o vídeo fará parte da biblioteca de filmes do cliente, sem a necessidade de conexão à Internet para assisti-los.
Na opção locação (com preços de R$ 3,90 a R$ 6,90), o vídeo contará com um prazo de 30 dias para ser assistido pela primeira vez. Depois disso, o consumidor terá mais 24h ou 48h, dependendo do filme, para assisti-lo, sem limites para repetição. Na opção compra (filmes a partir de R$ 9 e séries de TV e documentários com valores que variam de R$ 3,60 a R$ 4,60 por episódio), o cliente poderá assistir o filme em até três computadores, sem a necessidade de um novo download. Os conteúdos são protegidos por DRM (Digital Rights Management)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.