Yavox não quer mais ser mero integrador

A Yavox, uma das maiores integradores do mercado brasileiro de serviços de valor adicionado (SVA), responsável por alguns dos maiores projetos do setor, como a votação do Big Brother, não quer mais se limitar à integração pura e simples. "O integrador hoje fica com apenas 5% da receita. Vamos continuar fazendo isso, mas estamos criando nossos próprios produtos", explica o presidente da empresa, Andreas Blazoudakis.
A mudança estratégica começou no ano passado, quando o volume de mensagens tarifadas que trafegaram pela plataforma da Yavox caiu pela metade em relação a 2006, baixando para 500 milhões. Uma das razões para a queda foi o fato de que 2006 havia sido um ano especialmente bom, por causa da campanha Bolão do Faustão durante a Copa do Mundo. De qualquer forma, Blazoudakis percebeu que não poderia mais depender apenas da vontade de seus parceiros em lançar projetos. Assim, em outubro do ano passado, a Yavox criou o serviço "Plantão", que consiste na oferta de assinatura para recebimento de conteúdo via SMS. Hoje a empresa já tem 637 mil assinantes desse serviço, distribuídos por 300 canais de conteúdo. Cada canal envia duas mensagens por dia. O preço é de R$ 0,31 por mensagem. A Yavox quer também fidelizar esses assinantes e está distribuindo prêmios semanalmente, como celulares Nokia N95 e home theaters.

Passaporte

Notícias relacionadas

Dentro de 60 dias a empresa lançará um novo produto chamado "Passaporte". Trata-se de permitir que grandes corporações comprem créditos para serem trocados por produtos da Yavox, como os canais do "Plantão". Esses créditos seriam distribuídos aos consumidores da marca em questão como brinde ou prêmio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.