V.tal passa a oferecer backhaul para torres de celular

No dia em que a Anatel deverá decidir se concede a anuência prévia para a venda do controle da V.tal (InfraCo) da Oi para os fundos geridos pelo BTG Pactual, a empresa anunciou novos produtos de infraestrutura de conectividade. A companhia anunciou nesta quinta-feira, 14, soluções de rede neutra para operadoras de celular e detentoras de torres (torreiras).

No primeiro caso, a V.tal oferece solução de backhaul para fibra até a torre (FTTTower), conectando a antena de celular até os pontos de presença (PoPs). O outro produto é justamente a conectividade de backbone entre os PoPs entre municípios (FTTCity), inter ou intraestadual. 

Para tanto, a empresa de rede neutra oferece a infraestrutura de 400 mil km de fibra óptica e cobertura em 2,3 mil cidades no País, herdada da segregação da área de atacado da Oi. Segundo a V.tal, os produtos serão instalados "partir da demanda de cada cliente, que poderá adquirir a conectividade com redundância de rede e estarão disponíveis tanto nas localidades com fibra já passada pela V.tal, quanto naquelas onde houver necessidade de cabeamento". 

Notícias relacionadas

O comunicado enviado à imprensa ainda destaca a necessidade de fibra para conectar as antenas 5G, tecnologia que demanda inclusive maior adensamento da rede de acesso. Segundo a companhia, citando dados de dezembro do ano passado da Anatel, ela conecta cerca de 20% da base total de mais de 96 mil antenas no País.

Reunião extraordinária

A expectativa também é que a entrada dos fundos do BTG, representado pela Globenet, permita uma injeção de capital para expandir a infraestrutura. Para isso, precisará que a Anatel aprove a operação em reunião extraordinária, que acontecerá nesta quinta no esdrúxulo horário de 21h, em plena véspera de feriado, por conta do prazo regimental de 24 horas após a publicação dos decretos que nomearam Carlos Baigorri como presidente da agência e Artur Coimbra como conselheiro. A justificativa da urgência é que o fim da recuperação judicial da Oi depende dessa aprovação, ainda que a empresa tenha até o fim de maio para finalizar também essa transação e entregar o quadro de credores atualizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.