Nokia confirma intenção de comprar a Alcatel-Lucent

Após rumores no mercado, a Nokia confirmou nesta terça-feira, 14, que está em "discussões avançadas" para a aquisição total da Alcatel-Lucent (ALU). Diferente do especulado, que dizia que a finlandesa teria interesse apenas no negócio wireless da francesa, o anúncio oficial confirma que a intenção é de "combinação total, o que tomaria forma de uma oferta pública de troca da Nokia pela Alcatel-Lucent". Como ainda está em andamento, não há garantias de que a transação seja concluída, muito menos previsão de quando isso aconteceria.

No comunicado, a companhia não especifica como seria feita essa permuta de ações ou como iria lidar com possíveis discussões com o governo francês – segundo informações da Bloomberg na segunda-feira, 13, o presidente François Hollande iria se encontrar com o CEO da Nokia, Rajeev Suri, e o CEO da ALU, Michel Combes, para negociações. A legislação francesa tem dado maior poder ao governo para bloquear ofertas de estrangeiros para os setores de telecomunicação, energia, transporte e saúde; tanto que uma recente oferta da General Electric pelo grupo de engenharia Alstom foi por água abaixo.

O receio do governo é se a fusão realmente promoverá uma companhia competitiva, assim como um possível impacto de demissões nas operações na França. A ALU tem cerca de 6 mil funcionários em seu país de origem (de um total global de 52 mil), enquanto a Nokia tem 62 mil no mundo.

Pelo lado da ALU e da Nokia, a intenção é juntar suas forças para combater as duas gigantes do setor: a chinesa Huawei e a sueca Ericsson. Para poder ajudar a financiar a movimentação, é provável que a Nokia utilize parte do capital conseguido com a venda do negócio de celulares para a Microsoft, negociação concluída em abril do ano passado por um valor de mais de 5,4 bilhões de euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.