De olho no PLC 116, programadora lança novo canal pago 100% brasileiro

A programadora Box Brazil, que começou a ser projetada há cerca de oito anos, então com o nome Made in Brazil TV, lançará o primeiro de três canais entre maio e junho deste ano.
Trata-se do Movie Box Brazil, canal focado em cinema brasileiro, com conteúdo de filmes, programas de entrevistas, making of, entre outros assuntos relacionados ao cinema nacional. A grade do canal será composta por 5% a 10% de conteúdo próprio. O restante será de produtos licenciados de produtores independentes. "A ideia é que o canal seja um grande parceiro da produção independente brasileira", conta Cícero Aragon, sócio da Box Brazil. "Podemos até pensar em coproduções depois, mas a ideia é fomentar a produção independente pelo licenciamento", completa.
Aragon conta ainda que busca a produção cinematográfica brasileira recente e que não trabalhará com exclusividade. "Pediremos só seis meses de exclusividade para o lançamento", diz.
Neste primeiro momento, o Movie Box Brazil vai abrigar também conteúdo de turismo e música brasileiros, que servirá como divulgação dos próximos canais a serem lançados pela programadora, o Music Box Brazil e o Travel Box Brazil, em 60 e 120 dias. Esses canais, assim como o canal especializado em cinema, serão focados apenas na música brasileira e no turismo em destinos brasileiros.
A Box Brazil TV faz parte de um grupo de empresas, que também conta com a InFoco Filmes, produtora audiovisual, e a Movie Arte Cinema, exibidora com salas de cinema comerciais no Rio Grande do Sul. As empresas estão localizadas dentro do Centro de Inovação e Tecnologia da PUC/RS.
Momento ideal
Aragon conta que, embora o projeto esteja sendo idealizado há algum tempo, ele decidiu aguardar por um momento adequado para o lançamento. Esse momento ideal, segundo Aragon, passa pela maturidade do grupo empresarial Box Brazil, pela boa fase do País e ainda pelo momento político do setor, em especial pelo avanço do PLC 116, projeto que prevê, entre outras coisas, cotas de programação nacionais. "Os canais serão 100% nacionais, e a Box Brazil já está credenciada como programadora brasileira", afirma Aragon.
A programadora fechou um contrato com a Intelsat para distribuição dos canais e negocia a entrada nas operadoras. As receitas serão provenientes de assinatura e publicidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.