Senadora Gleisi Hoffmann diz que questionará modelo de venda de capacidade em satélite da Telebras

A senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR) afirmou nesta terça, 14, que irá, tão logo as comissões do Senado voltem a operar, o que deve acontecer esta semana, solicitar informações ao governo sobre o plano de negócios da Telebras anunciado recentemente. Ela chamou o plano de "privatização do satélite" e informou que solicitará informações aos ministérios de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Fazenda, Casa Civil e, sobretudo, Defesa. Segundo a senadora, há riscos à soberania nacional, por conta do uso do satélite para a Defesa, e ao Plano Nacional de Banda Larga. Ela também disse que fará requerimentos para audiências sobre o processo de venda da capacidade do satélite. A senadora falou durante o Encontro Telesíntese, realizado em Brasília.

PLC 79

A senadora Gleisi Hoffmann também justificou o fato de a oposição não ter participado da votação na Comissão de Desenvolvimento Nacional do Senado. Segundo ela, essa era uma comissão especial para projetos específicos que eram discutidos sempre em reuniões prévias e em concordância entre os líderes, e não uma comissão ordinária. Por isso, os senadores da oposição, ela inclusive, não se articularam para o debate na CEDN e o projeto foi aprovado sem maiores contestações. Segundo a senadora, existe hoje um entendimento de líderes de que o PLC 79 precisa passar pelo menos pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e pelas Comissões de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Inovação (CCTIC). " Não é uma situação simples. Os valores são controvertidos (dos bens reversíveis). Vamos entender os valores? Como aprovar sem fazer um debate pormenorizado? A licitação estabeleceu um prazo para a reversibilidade e estamos revendo isso", disse Hoffmann.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.