Publicidade
Início Newsletter Claro soma receita de R$ 42,6 bilhões em 2022 e móvel ultrapassa...

Claro soma receita de R$ 42,6 bilhões em 2022 e móvel ultrapassa fixo

Logotipo da Claro. Foto: Reprodução/YouTube

A Claro divulgou na noite desta terça-feira, 14, resultados operacionais para o quatro trimestre de 2022 e para o consolidado do ano passado. No período, a operadora somou receita líquida total de R4 42,673 bilhões, em alta de 7,4%.

Apenas entre outubro e dezembro, R$ 11,183 bilhões foram faturados, ou alta de 9,6%. Já o Ebitda da Claro somou R$ 5,109 bilhões no quarto trimestre (avanço de 16,5% em um ano) e R$ 17,989 bilhões no acumulado do ano (melhora de 8,8%). A operadora encerrou o ano com margem Ebitda de 45,7%, contra 43% um ano antes.

Quando avaliado o desempenho por divisões, destaque para o segmento móvel – que cresceu 19,4% ao longo de 2022, somando R$ 20,7 bilhões em receitas. No último trimestre do ano passado o resultado foi ainda mais forte: alta de 22,9%, para R$ 5,5 bilhões em receitas líquidas.

Notícias relacionadas

Com os números, o segmento móvel ultrapassou o segmento fixo como maior fonte de receitas da Claro em uma base anual. Em 2022, a operação fixa da empresa recuou 3,3% em faturamento, para R$ 19,9 bilhões. No quarto trimestre, os números apontam receita de R$ 4,973 bilhões, em queda de 3,6%.

Celular

A Claro encerrou o ano com 83,3 milhões de clientes móveis, incluindo 5,6 milhões de linhas pós-pagas adicionadas ao longo de 2022. A empresa afirma ser líder na portabilidade de celulares pelo quarto ano consecutivo, com saldo líquido de 1,1 milhão de linhas portadas em doze meses. A migração massiva de clientes da Oi também impulsionou os números.

O ano de 2022 ainda foi marcado pelo lançamento do 5G, disponibilizado pela operadora em 59 cidades até o fim do ano passado – quando 4,5 milhões de dispositivos no padrão eram contabilizados, ou 42,9% de participação no mercado nacional, segundo o balanço.

Fixo

No caso do segmento fixo, a queda de faturamento ocorreu mesmo com alta de 5,5% nas receitas de banda larga fixa residencial no quarto trimestre; ao longo do ano, 26 mil adições líquidas foram somadas. Já a rede FTTH da operadora encerrou 2022 com 7,8 milhões de casas passadas (HPs) com fibra óptica em 384 cidades, segundo o balanço.

A Claro também destacou a manutenção da liderança no mercado de TV por assinatura, com 43,2% de participação de mercado, mas não forneceu dados financeiros sobre o segmento. Já o Claro TV+ Box e App atingiram mais de 500 mil assinantes em 2022.

Corporativo

No segmento corporativo, a receita líquida total apurada cresceu 6,3% em relação ao ano anterior. Crescimentos de dois dígitos foram apontados nas verticais de plataformas de TI, mobilidade, cloud, segurança e M2M/IoT.

“A Embratel continua consolidando seu posicionamento como Digital Service Enabler, sustentada por crescimento relevante nas suas principais plataformas”, afirmou a empresa, notando a participação da subsidiária em diversos projetos ao lado de clientes.

Aparelhos

Vale notar que além dos segmentos móvel e fixo, a Claro também registrou R$ 1,514 bilhão em receitas com a venda de aparelhos ao longo de 2022 – sendo R$ 509 milhões apenas no quarto trimestre, quando a vertical avançou 29,5% (sendo 21,3% no total do ano).

Já os serviços de interconexão chegaram a crescer 9,4% no último quarto do ano, mas caíram 2,4% no consolidado, somando R$ 470 milhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile