Publicidade
Início Teletime Novos iPhones podem ser comprados com subsídios, portabilidade e troca de aparelho

Novos iPhones podem ser comprados com subsídios, portabilidade e troca de aparelho

Com lançamento previsto para a meia-noite desta sexta-feira, 14, os novos iPhone 6 e 6 Plus chegarão ao Brasil causando polêmica por conta dos preços ainda mais elevados do que os apresentados no modelo anterior, o 5S, no ano passado. Há, entretanto, valores diferentes dependendo da operadora, mesmo para o aparelho desbloqueado, e o consumidor ainda pode tentar alternativas para baratear a compra, como efetuar a portabilidade e até usar o dispositivo antigo para obter descontos.

Notícias relacionadas
O iPhone 6 de 16 GB é o modelo "básico" da Apple e sai a partir de R$ 3.199 desbloqueado no varejo e sem subsídio (em planos pré-pagos) nas operadoras Claro, Oi e TIM. Nextel e Vivo oferecem o mesmo modelo 12,5% mais caro: R$ 3.599. Da mesma forma, o iPhone 6 Plus de 16 GB tem a mesma diferença: R$ 3.599 no varejo e nas teles Claro e TIM; e R$ 3.999 na Nextel e na Vivo.

Confira a tabela abaixo (levando em conta que Oi e Vivo não divulgaram ainda os preços de todos os modelos).

Subsídios

Para quem está disposto a pagar por planos pós-pagos, é possível obter o aparelho por valores bem menores, embora o preço final possa ser ainda mais pesado se considerar a conta mensal.

O modelo básico do iPhone 6 pode ser encontrado por até R$ 1.699 na Nextel no plano de R$ 499,99 (com direito a 2.500 minutos e 10 GB de franquia) no Rio de Janeiro. Quem mora em São Paulo tem outra modalidade de plano, que sai por R$ 399,99 (1.500 minutos e 10 GB de franquia de dados), deixando o aparelho por R$ 1.999. Com esses mesmos planos, o iPhone 6 Plus de 16 GB sai por R$ 2.099 no Rio e R$ 2.499 em São Paulo.

Já a TIM oferece o iPhone 6 de 16 GB no plano Liberty+800, com mensalidade de R$ 300,90 (com 800 minutos) e com franquia de dados a partir de 1 GB (podendo ser aumentada) por R$ 1.999. Os demais valores subsidiados não foram divulgados pela operadora e não podem ser acessados pela simulação de compra no site. A tele permite o pagamento dos dispositivos em 12 vezes sem juros.

A Oi também vende o iPhone 6 de 16 GB em 12 vezes sem juros no plano Conta Smartphone 800, saindo no total por R$ 2.199. O modelo de 64 GB sai por R$ 2.599 com o plano pós-pago. A operadora não informou preços da versão de 128 GB da versão 6 ou de qualquer variação do iPhone 6 Plus.

Por sua vez, a Vivo oferece o iPhone 6 por R$ 1.599 no plano "Mais Vivo Para Falar e Navegar SmartVivo" por R$ 999,99 mensais (com minutos ilimitados e franquia de dados de 20 GB). Já o iPhone 6 Plus de 16 GB no mesmo pacote por R$ 1.949. 

A Claro vende o iPhone 6 16 GB por R$ 1.908 com o plano Claro Online 5GB mais 400 minutos e pacotes de torpedo e DDD (com mensalidade total de R$ 346) por R$ 1.908. Junto com o valor do aparelho em 12 vezes sem juros, vale ressaltar, a mensalidade sobe para R$ 505. O 6 Plus nas mesmas condições sai por R$ 2.268, sendo que a mensalidade com o preço do aparelho incluso fica em R$ 535.

Moeda de troca

É possível ainda conseguir descontos de outra forma. A partir da sexta-feira, a Oi lança a promoção que oferece desconto de até R$ 1 mil no iPhone 6: basta fazer a portabilidade para a operadora e contratar um plano pós Conta Smartphone.

Pela distribuidora Brightstar, o mesmo modelo de dispositivo pode ser adquirido por menos de R$ 2 mil. A empresa oferece o desconto em parceria com varejistas e operadoras ao comprar do consumidor seu aparelho usado. Segundo a companhia, um celular "mais completo" e em bom estado de conservação pode chegar a R$ 1.500, que é um preço médio para o iPhone 5S de 16 GB usado em sites de venda de mercadorias. O recurso da Brightstar de compra de aparelhos usados para oferecer desconto pode ser encontrado nas redes iPlace, My Store e iTown, franquias especializadas em Apple; nas lojas FNAC e Saraiva; e na operadora Vivo.

Vale lembrar também que a Claro anunciou no final de outubro o programa Claro Up (de upgrade). Com o recurso, o usuário pode adquirir o aparelho e parcelar em 24 meses, com seguro embutido. Assim, a cada 12 meses, o cliente pode trocar o modelo do smartphone pelo mais recente, assinando contrato para estender por mais 24 meses, substituindo o contrato anterior.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile