Em telefonia móvel, Oi cresce mais no pós-pago, mas o foco será o pré-pago agora

O segmento móvel foi uma das áreas em que a Oi conseguiu crescer até o terceiro trimestre, conforme o balanço da companhia divulgado nesta quarta, 13. Fora, até setembro, 47,3 milhões de clientes no total, o que é 3,9% a mais em relação ao mesmo período de 2012. Mas o segmento pós-pago cresceu 9,5% no período, chegando a 6,6 milhões de clientes nessa modalidade. Apesar dos resultados, a operadora enfatiza que focará muito no pré-pago como forma de crescer daqui para frente com pouca necessidade de investimentos na aquisição dos clientes. O que também está crescendo é a cobertura 3G da companhia, que chegava em setembro a 879 municípios, o dobro do que tinha em 2012.

A receita líquida teve alta de 1,1% no trimestre em relação a igual período de 2012 e fechou setembro em R$ 2,330 bilhões. A receita de serviços aumentou 7,5% no período, para R$ 1,679 bilhão, impulsionada pelo maior volume de recargas pré-pagas e maior utilização de serviços de dados. A receita de dados (planos de Internet para celular, banda larga móvel, SMS e serviços de valor agregado) cresceu 58% na comparação com o mesmo período do ano passado, devido principalmente à maior penetração de pacotes de dados em 2013. A receita média por usuário (ARPU) do trimestre ficou em R$ 20,50, queda de 7,7% em relação a setembro do ano passado, devido à queda na receita de interconexão pelo corte da VU-M, sobretudo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.