Telefônica fixa é o ?porto seguro? do setor

Os ótimos resultados da Telefônica fixa (Telecomunicações de São Paulo S.A. – Telesp) e sua forte proteção cambial apenas confirmam a posição da empresa como o ?porto seguro? dos investidores em telecomunicações.
Apesar de ter um potencial de valorização relativamente baixo (o target price varia, conforme o analista ouvido, de R$ 41 a R$ 43,50, ou upside máximo de 21%), o papel mereceu a recomendação de compra nos relatórios desta semana tanto da Fator Doria Atherino quanto da Espírito Santo Research.
Vale lembrar que a operadora registrou lucro líquido no terceiro trimestre de R$ 341,4 milhões contra R$ 297,5 milhões em igual período do ano passado. A receita líquida cresceu 8,7% devido a uma combinação de reajuste tarifário, longa distância fora da área de concessão, aumento do tráfego local e banda larga.

Notícias relacionadas
Os custos aumentaram apenas 3%. A empresa não apenas está pouco endividada, em R$ 3,36 milhões (22,2% do patrimônio líquido), como também tem sua dívida em dólares totalmente protegida. No ano, até 12 de novembro, Telesp PN acumula alta de 25,13% contra queda de 28,4% do Ibovespa e ?23,23% do Índice de Telecomunicações (Itel). As BDRs da Telefônica também tiveram forte alta desde setembro de 30,8%.
A Telesp Fixa é parte importante dos resultados a serem apresentados pela Telefônica nesta quinta-feira, 14, na Espanha. Outro resultado que está influenciando positivamente seu balanço é a operação de telefonia móvel. A Telefônica Moviles registrou um lucro líquido de ? 410 milhões, representando um aumento de 40,8% em relação a igual período do ano passado. Segue a tendência geral de recuperação desse segmento na Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.