Canadá fará investimento bilionário em constelação LEO da Telesat

A operadora de satélites Telesat anunciou um acordo para receber 1,44 bilhão de dólares canadenses (cerca de US$ 1,15 bilhão) do governo do Canadá para investimentos na constelação de baixa órbita (LEO) Lightspeed.

Termos definitivos ainda devem ser celebrados, mas o acordo prevê 790 milhões de dólares canadenses (US$ 631 milhões) como empréstimo de 20 anos e outros 650 milhões (US$ 519 milhões) em investimentos de capital. O governo receberá bônus de subscrição que poderá ser trocado por ações ordinárias da satelital.

Em contrapartida, a Telesat deverá investir pelo menos 1 bilhão (US$ 800 milhões) em capital no Canadá em meio à constelação LEO inicial, além de um determinado volume de capex em novas frotas e da geração de 700 empregos diretos.

Notícias relacionadas

O esforço governamental faz parte da estratégia canadense de garantir Internet de banda larga acessível em LTE ou 5G para todos os habitantes. O país já havia se engajado em um compromisso preliminar com a Telesat ainda em 2019.

A constelação Telesat Lightspeed será inicialmente composta por 298 satélites capazes de fornecer velocidades de Gbps em escala global, segundo comunicado da empresa. A frota deve entrar em operação comercial em 2024.

Em fevereiro, um investimento da província de Quebec de 400 milhões de doláres canadenses (US$ 319 milhões) já havia sido anunciado pela Telesat.

"Agora temos acordos para aproximadamente 4 bilhões de dólares canadenses [ou US$ 3,2 bilhões] em financiamento para o programa", sinalizou o presidente e CEO da empresa, Dan Goldberg. "Esperamos garantir os compromissos financeiros a curto prazo restantes e necessários para financiar totalmente a Telesat Lightspeed", completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.