Estudo da TelComp mostra disparidade de preços na banda larga

A TelComp (Associação Brasileira de Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas) iniciou na semana passada a divulgação de um estudo comparativo de preços de banda larga no Brasil e no mundo. Com ele, a entidade espera sensibilizar a Anatel e diversas comissões da Câmara dos Deputados sobre os problemas da falta de competição no Brasil e a importância da desagregação das redes (separação entre rede e serviços) para beneficiar o assinante.
O estudo foi apresentado no final da semana passada para a Anatel e a entidade está agendando apresentações na Comissão de Desenvolvimento Econômico e Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. Segundo Luiz Cuza, presidente da TelComp, o estudo, mostra a disparidade de preços da banda larga nos Estados Unidos, França, Itália, Reino Unido e Japão comparado à oferta brasileira. ?Além disso, no Brasil, há uma distância muito grande entre o que é contratado e o que as empresas efetivamente entregam para o assinante?, diz Cuza.
O estudo aponta por exemplo, que 1 Mbps oferecido pelo Yahoo, no Japão, custa o equivalente a R$ 1,81; a Tiscali, da Itália, cobra o equivalente a R$ 4,32; na França, pela Orange, sai por cerca de R$ 5,02; e na Time Warner (EUA) custa o equivalente a R$ 12,75. Já no Brasil esse mesmo 1 Mbps custa R$ 39,95 na Net (SP), R$ 159,80 na Telefônica (SP); R$ 239,90 na Brasil Telecom (DF); e R$ 249,90 na Ajato (SP). Para Cuza, a separação entre rede e serviços poderia adicionar novos competidores nessa seara e baratear o serviço para os usuários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.