Huawei reporta alta de 13,1% na receita do primeiro semestre

Mesmo enfrentando uma série de desafios na esteira do boicote liderado pelo governo dos EUA, a fornecedora Huawei reportou uma alta de 13,1% no faturamento durante o primeiro semestre de 2020, totalizando 454 bilhões de yuans (ou US$ 64,2 bilhões na cotação de junho).

No mesmo período entre janeiro e junho, a margem de lucro da companhia teria ficado em 9,2%; a Huawei nota que o número não é auditado, mas compilado em conformidade com as normas internacionais. No primeiro semestre de 2019, a fornecedora teve margem de 8,7%.

Da receita total, a divisão de atendimento à operadoras (ou carriers) foi responsável por 35,1%, ou 159,6 bilhões de yuans (US$ 22 bilhões). O valor divulgado é 8,9% maior que o apresentado há um ano para o negócio.

Maior linha de receita da Huawei, o segmento de consumo (que inclui a área de smartphones) somou 255,8 bilhões de yuans neste semestre, ou US$ 36,1 bilhões. Após alta de 15,8% no faturamento em um ano, a divisão corresponde a 56,3% da receita da chinesa. Já o negócio de atendimento corporativo (enterprise) gerou 36,3 bilhões de yuans em receitas (US$ 5,17 bilhões). Neste caso, o aumento no faturamento na moeda chinesa foi de 14,8%.

Pandemia e desafios

"Enquanto os países ao redor do mundo estão enfrentando a pandemia do covid-19, as tecnologias da informação e comunicação tornaram-se não apenas ferramenta crucial para combater o vírus, mas também um mecanismo de recuperação econômica", contextualizou a Huawei, em comunicado.

"O complexo ambiente externo torna a colaboração aberta e a confiança nas cadeias de valor globais mais importantes do que nunca. A Huawei prometeu continuar cumprindo suas obrigações com clientes e fornecedores, seguir em frente e contribuir com a economia digital global e o desenvolvimento tecnológico, independentemente dos desafios futuros que a empresa possa enfrentar".

Além do boicote dos EUA, que também está afetando o suprimento de microprocessadores à fornecedora, mercados como o Reino Unido também cogitam limitar a participação da Huawei no 5G (uma decisão sobre o tema deve ser revelada neste semana). No Brasil, o tema parece ter entrado definitivamente na pauta do governo federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.