Receita da Inmarsat cresce 10,5% em um ano

Na contramão da crise econômica mundial, a Inmarsat, empresa que provê serviço de voz e dados via satélite, registrou crescimento no primeiro trimestre deste ano. A receita da companhia aumentou 10,5% em comparação com os três primeiros meses de 2008, passando de US$ 147 milhões para US$ 163,4 milhões. O Ebitda teve alta de 13,2% no mesmo intervalo, subindo de US$ 103,6 milhões para US$ 117,3 milhões. O lucro da companhia no primeiro trimestre foi de US$ 39,1 milhões, valor que representa uma melhora de 35,3% frente aos US$ 28,9 milhões verificados um ano antes.
O segmento que teve o maior aumento foi o aeronáutico, cuja receita subiu 32,3% na comparação anual entre trimestres, alcançando US$ 16,8 milhões. A base de terminais ativos em aviões era de 10,3 mil ao fim de março, um ganho líquido de 1,1 mil unidades em 12 meses.
No segmento terrestre, para o qual é oferecido o serviço Bgan, o faturamento cresceu 10,6%, atingindo US$ 34,5 milhões. Dentro dessa área, houve queda de 14,3% na receita com voz, compensada por uma alta de 13% na receita de dados. O número de terminais móveis terrestres ativos permaneceu praticamente estável: 75,7 mil ao fim de março, contra 75,4 mil 12 meses antes.

Notícias relacionadas
O segmento marítimo continua sendo o mais importante em receita para a Inmarsat, tendo gerado um faturamento de US$ 86,1 milhões entre janeiro e março deste ano, contra US$ 84,2 milhões no mesmo período de 2008. A base de terminais ativos nesse segmento aumentou 11,5% entre março do ano passado e março de 2009, alcançando 162 mil unidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.