Privatização colombiana quase termina em assassinato

Fabio Macea, presidente da Comissão de Conselheiros que decidirá a privatização da Companhia Telefônica de Bogotá (ETB), avaliada em US$ 2,5 bilhões, escapou por pouco de uma tentativa de assassinato no domingo, dia 10. Após o atentado, Macea declarou à imprensa que havia sofrido várias ameaças de morte assim que deu sua aprovação preliminar à venda de 99% da ETB. Os mais fortes opositores da privatização têm sido os sindicalistas da própria empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.