GTE processa fusão WorldCom-MCI

Enquanto não chega a vez da união SBC-Ameritech, a fusão entre WorldCom e MCI, anunciada em outubro, permanece sob investigação antitruste tanto do Departamento de Justiça norte-americano quanto da Comissão Européia. Para complicar ainda mais o processo, a GTE, que havia tentado comprar a MCI antes da WorldCom, entrou na quinta-feira passada, dia 7, com uma ação federal para bloquear ou atrasar a fusão, avaliada em US$ 37 bilhões. O processo alega ameaça à competição no mercado de longa distância e excessivo controle sobre o backbone da Internet por parte da WorldCom-MCI. Segundo o Wall Street Journal, os legisladores europeus exigiriam que a WorldCom se desfizesse do seu provedor de acesso à Internet, a UUNet, o que a Comissão Européia, que deve decidir o caso até 15 de julho, negou veementemente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.