É grande a oposição à fusão SBC/Ameritech

A compra da Ameritech pela SBC Communications, a maior fusão na história das telecomunicações, com uma troca de ações avaliada em US$ 62 bilhões, deve enfrentar uma séria oposição em três instâncias: a FCC, a divisão antitruste do Departamento de Justiça e os legisladores estaduais. Assim que foi divulgada a negociação, William Kennard, chairman da FCC, declarou que ela seria colocada sob investigação para que se avaliasse se ela "criaria competição ou se tratava de um pacto de não-agressão". Setores do Senado americano já se posicionaram violentamente contra a fusão. Além disso, uma parcela considerável dos advogados e analistas de mercado entrevistados pela imprensa acreditam em uma investigação de pelo menos um ano, com sérios riscos de a fusão ser barrada ou receber restrições pró-competição. Para se adequar à legislação antitruste, a SBC começará por vender suas licenças para telefonia celular nas regiões também licenciadas à Ameritech.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.