Orange, T-Mobile e Telefónica querem que Google divida receita com teles

Três das maiores grupos de telecomunicações da Europa deram mais um sinal de que não estão dispostas a se tornarem meros canos para transporte de dados. Segundo o site Rethink Wireless (www.rethink-wireless.com), citando matéria publicada no London Financial Times, a francesa France Telecom/Orange, a espanhola Telefónica e a alemã Deustche Telekom/T-Mobile querem que o Google divida com elas a receita que hoje obtém com publicidade.
O chairman da Telefónica, Cesar Alierta, disse que o Google deveria dividir sua receita com as teles para compensá-las do pesado investimento que fazem em infraestrutura de redes fixas e móveis para tráfego de dados. O executivo pediu a intervenção de órgãos reguladores, caso o Google não queira colaborar voluntariamente para se chegar a um acordo.
Alierta foi apoiado pelo presidente da France Telecom, Stephane Richard, que declarou ao Financial Times: "Hoje há um vencedor: Google. E os perdedores são os provedores de conteúdo e, em certa medida, os operadoras de redes. Não podemos aceitar isso". Segundo o mesmo jornal, o CEO da Deustche Telekom, Rene Obermann, concordou: "Não podemos oferecer nossas redes de graça".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.