Operadoras estão construindo backbone compartilhado no Norte do País

Devido à carência de infraestrutura de banda larga no Norte do País, as operadoras Vivo, TIM, Claro, Embratel e GVT, estão construindo de forma conjunta um backbone óptico que interligará as cidades de Manaus, Campo Grande e Goiânia. De acordo com o CTO da Vivo, Javier Rodriguez, a expectativa é que 60% dessa rede esteja em operação até o final de 2010, sendo que a conclusão está prevista para 2011. Segundo o executivo, a única operadora que não participa do projeto é a Oi, por causa do trabalho de integração com a Brasil Telecom, mas nada impede que ela entre posteriormente.
Hoje, a Vivo compartilha 16,8 mil km de rede com outras operadoras. O compartilhamento de sites, prática comum no Brasil, já chega a 50%, o que, segundo Rodriguez, é um índice alto em comparação com outros países. "Ter sites próprios não é um diferencial para nenhuma operadora", avalia ele.
Copa
Pelo menos do ponto de vista de backhaul, a Vivo se diz preparada para a demanda que será criada coma realização da Copa do Mundo no Brasil. Segundo Rodriguez, das 12 cidades-sedes da Copa, 11 delas já são atendidas pelo backbone nacional. A exceção é Manaus que, hoje, é atendida através de um link de rádio até Belém. O executivo participou do 1º Seminário Teletime Tecnologias de Rede, que acontece nesta terça-feira, 13, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.