BrT detalha estratégia para ADSL 2 e IPTV

Francisco Santiago, vice-presidente de operações e COO da Brasil Telecom, detalha a este noticiário a estratégia de lançamento das plataformas de ADSL 2 e também dos novos serviços de IPTV e telefone fixo-móvel sobre redes Wi-Fi.
Segundo Santiago, o serviço de banda larga com ADSL 2 será lançado em abril, nas capitais cobertas pela BrT e em mais de 30 cidades. Na verdade, a tecnologia já está disponível em 50% da planta da Brasil Telecom, mas a introdução das novas velocidades será feita gradualmente. As velocidades oferecidas serão de 2 Mbps a 10 Mbps para download, mas com dois diferenciais em relação às ofertas hoje disponíveis: garantia de velocidade e download ilimitado. ?O usuário terá a velocidade que comprou, e poderá usar a rede para o que quiser, quanto quiser?. Hoje o ADSL da Brasil Telecom está disponível em 74% dos municípios cobertos.
O preço inicial do ADSL 2 da BrT será de R$ 49,90 nos primeiros meses, por uma velocidade de 2 Mbps e com modem gratuito. Santiago afirma, contudo, que o objetivo não é iniciar uma guerra de preços, mas uma disputa pela qualidade.

IPTV

Sobre a plataforma de ADSL 2 é que serão ofertados os serviços de IPTV, cujo lançamento está previsto para setembro em Brasília, e no primeiro trimestre de 2008 nas demais capitais cobertas. De acordo com o COO da Brasil Telecom, a estratégia da Brasil Telecom é discutir modelos de negócio que envolvam vídeo já com um pé dentro do negócio. ?Inicialmente vamos oferecer video-on-demand, que é o que a legislação permite. Mas isso não sustenta um serviço. O que queremos é no futuro oferecer TV por assinatura, o que depende de uma discussão legal?. As empresas parceiras da BrT são NEC e UTStarcom, e os provedores de conteúdo que já estão no projeto são Europa Filmes, Viacom Networks (MTV), DLA, Trama, Cultura Marcas, DTCom e Buttman.

GSM + Wi-Fi

Outro lançamento que entusiasma a Brasil Telecom é a primeira plataforma de telefonia fixo-móvel baseada em terminais GSM/Wi-Fi. A idéia é que ao entrar em uma área de cobertura com rede Wi-Fi, o telefone automaticamnte passe a realizar chamadas locais e de longa distância utilizando o protocolo SIP. Isso poderá ser feito em qualquer rede Wi-Fi, diz Santiago, inclusive no exterior. ?Vamos jogar tráfego na rede IP, mas mesmo que isso signifique tirar tráfego da rede fixa, ganharemos com a conquista dos usuários da rede móvel. O serviço GSM/Wi-Fi estará disponível no último trimestre do ano, diz Santiago.
Hoje, a plataforma fixo-móvel da Brasil Telecom (que funciona com a integração via Bluetooth) tem cerca de 30 mil clientes em sua área de atuação. Também aqui os parceiros serão a NEC e a UTStarcom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.