TIM vê oportunidade na telefonia fixa

O início da implantação da portabilidade numérica em agosto já movimenta as estratégias das operadoras. O desafio será blindar o cliente de alto valor e capturar usuários insatisfeitos dos concorrentes.
Para Mario Cesar Araujo, presidente da TIM, com a portabilidade o cliente poderá ?exercer plenamente sua liberdade de escolha?. No segmento móvel, por exemplo, a operadora espera capturar os profissionais insatisfeitos que não querem perder seu número de contato. ?Estamos bem confortáveis nesse particular porque a TIM tem um bom mind share entre os usuários, auferido por pesquisas externas?, diz o executivo. Além disso, segundo Araujo, a empresa também está bem posicionada no ranking para enfrentar a quarta entrante, a Oi que em breve inicia suas operações em São Paulo.
Mas é no segmento fixo que a TIM espera ter os maiores benefícios com a portabilidade. A empresa ganhou a licença de telefonia fixa em 2007 para todo o País e já oferece o serviço em 280 cidades, incluindo o Estado de São Paulo. ?Vamos ganhar clientes fixos que não estão satisfeitos. É um mercado de baixa competição que tem grande oportunidade agora?, diz o executivo.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.