União Europeia autoriza compra da Motorola Mobility pelo Google

A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia, autorizou, nesta segunda-feira, 13, a compra da Motorola Mobility pelo Google, por US$ 12,5 bilhões. A aprovação aumenta a expectativa sobre o parecer das autoridades antitruste americanas, previsto para ser divulgado nesta semana.  O negócio, anunciado em agosto do ano passado, vai reforçar o portfólio de patentes do gigante das buscas. Rumores apontam também para uma estratégia com foco em hardware, com a fabricação de handsets próprios.

Notícias relacionadas
Hoje, o modelo de negócios do Google na área de mobilidade está  calcado na venda licenças do sistema operacional Android para terceiros, como HTC, Samsung, LG, entre outras, na audiência de seus serviços de web por meio de dispostivos móveis.

Um dos membros da Comissão da União Europeia, Joaquin Almunia, afirmou ao The Wall Street Journal que a fusão das empresas não levanta questões capazes de ferir a competitividade do mercado. "Não iremos abandonar, contudo, o monitoramento desta questão", ressaltou.

A principal preocupação do órgão diz respeito a propriedade de patentes tidas como padrão da indústria, a exemplo de tecnologias 3G e Wi-Fi. A Motorola Mobility, detentora desses registros, tem obrigação legal de licenciá-las a preços acessíveis (o chamado princípio Frand) e não pode utilizá-las em processos de quebra de patentes. "A decisão de hoje não significa que deixaremos de observar ações passadas e futuras da Motorola no uso de patentes padrão da indústria", afirmou Almunia.

A Motorola Mobility trava dispustas judiciais em diversos tribunais do mundo, em especial contra a Apple, arquirrival do Google em sistema operacional para dispositivos móveis. Neste mês, a Apple teve as vendas de modelos de iPhone e iPad bloqueadas em sua loja virtual na Alemanha, em razão de uma dessas ações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.