2009 será ano do SVA na América Latina, diz 3G Américas

O ano de 2008 foi marcado pelo lançamento de dezenas de redes 3G/HSDPA na América Latina e Caribe. No momento, a região conta com 40 redes operando comercialmente nessa tecnologia, espalhadas por 20 países. A mais recente foi a da Movistar na Venezuela, que entrou em operação esta semana. "2008 foi um ano de posicionamento do 3G na América Latina, durante o qual as redes foram construídas e os aparelhos começaram a chegar às prateleiras", descreveu o diretor da 3G Américas para a região, Erasmo Rojas.
O ano que vem, por sua vez, marcará uma nova fase, em que as operadoras 3G terão que começar a se diferenciar através de serviços de valor adicionado (SVA) e conteúdo móvel para ganhar mercado, opina o executivo. "Vai ser um ano de competição por meio de SVAs, não por planos de minutos, como aconteceu até agora", disse Rojas.
Em 2010, o executivo espera que aconteça uma terceira fase de desenvolvimento do 3G na América Latina, caracterizada pela massificação da tecnologia, a partir da redução dos preços dos planos de dados e dos próprios aparelhos.

Notícias relacionadas
Tudo isso depende, obviamente, da conjuntura econômica mundial. Questionado se a crise atual não atrapalharia o mercado de 3G já em 2009, Rojas ponderou que, pelo menos do ponto de vista de investimento em redes, os dois maiores grupos que atuam na região, América Móvil e Telefônica, prometeram manter o Capex planejado. "Os planos de extensão da cobertura em 2009 estão mantidos. Mas é claro que a crise tem um efeito psicológico sobre o consumidor. E haverá também um impacto sobre os preços dos terminais", reconheceu.
Base de assinantes
A 3G Américas calcula que existam hoje aproximadamente 2,7 milhões de assinantes HSDPA na América Latina e Caribe. Esse número deve subir para 3 milhões até o fim de dezembro. Desse total, calcula-se que cerca de metade são usuários com modens USB para acesso à banda larga móvel. O Brasil é o líder em número de usuários HSDPA, respondendo por aproximadamente 60% do total na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.