5G será implementado mais rapidamente fora dos grandes centros, aposta Americanet

Foto: Pixabay

[Publicado no Mobile Time] O 5G será implementado mais rapidamente e com melhor qualidade fora dos grandes centros urbanos brasileiros: é o que prevê a Americanet, caso o edital do leilão de frequências permita a participação de operadoras regionais de pequeno porte. O vice-presidente da companhia, José Luiz Pelosini, acredita que provedores regionais vão tirar proveito da rede fixa que possuem, de sua agilidade e de seu relacionamento estreito com os clientes para lançar rapidamente o 5G no interior do Brasil.

"Pelos indicadores que a Anatel divulga percebemos a força que os provedores regionais possuem em suas localidades. Eles oferecem serviços de qualidade com fibra óptica e com clientes mais satisfeitos que aqueles das concessionárias", comenta o executivo, em entrevista para Mobile Time. Ao ser questionado se a telefonia celular não seria um negócio de escala, o que dificultaria a participação de empresas de pequeno porte, respondeu: "Eu discordo. Pelo contrário: em razão das redes de fibra dos provedores regionais, o 5G vai acontecer mais rapidamente fora dos grandes centros. E será com qualidade superior, justamente pela agilidade e pela densidade da rede desses provedores." E aqueles que já atuarem como operadoras móveis virtuais (MVNOs) levam ainda mais vantagem, opina.

"O 5G vai acontecer mais rapidamente fora dos grandes centros. E será com qualidade superior", diz José Luiz Pelosini, vice-presidente da Americanet

A própria Americanet pretende participar do leilão de 5G, se o edital permitir. Ela tem interesse em toda a sua área de atuação, que abrange sete estados e o Distrito Federal. E Pelosini garante que a empresa está capitalizada para participar do certame.

A Americanet espera que a minuta do edital proposta pelo conselheiro Vicente Aquino seja aprovada com algumas alterações, mas mantendo a participação de operadoras regionais. "É a primeira vez que se cogita a participação de mais players além das grandes operadoras. Vemos isso de forma positiva porque incentiva a competição no setor", resume.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.