Exército pretende estender testes com 700 MHz até dezembro de 2014

Desde maio de 2012, o Exército brasileiro e a Motorola Solutions vêm testando a aplicação do LTE na faixa de 700 MHz em Brasília. Agora, a parceria anuncia que o projeto, que teve investimento de US$ 2 milhões por parte da empresa, teve "bons resultados". Tanto que os militares deverão pedir à Anatel a renovação do uso da faixa para seguir com testes até dezembro de 2014.

Notícias relacionadas
Em comunicado, a Motorola Solutions afirma que o Exército pretende estender os testes para aproveitar a experiência para contar com "uma solução mais operacional" durante a Copa do Mundo de 2014. Além disso, o órgão de defesa pretende agregar novas agências do setor público que possam se beneficiar da rede integrada e compartilhada.

Os testes foram feitos com a instalação de três sites na capital federal, dando cobertura de rede para a Esplanada dos Ministérios e áreas de interesse do Exército, como aeroporto e infraestruturas críticas. Entre os benefícios do uso do LTE para segurança está a possibilidade de aplicações de vídeo, push-to-talk via IP, mensagens de texto, aplicações na web e transmissão em tempo real para a sala de comando do Exército.

Duas ocasiões mostraram as vantagens do sistema em 700 MHz para o órgão: a Copa das Confederações, quando o Exército conseguiu operar nas imediações do estádio Mané Garrincha, apesar de problemas na rede móvel comum; e o uso de vídeo em viaturas durante as manifestações populares em Brasília, em junho de 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.