Anatel oficializa desclassificação da Clivo Participações no leilão de sobras

O Conselho Diretor da Anatel oficializou, nesta sexta-feira, 12, a desclassificação da Clivo Participações no leilão de sobras de frequências, realizado em dezembro de 2015. A empresa arrematou um lote da faixa de 2,5 GHz em FDD para atender, com serviço de telefonia móvel, municípios de São Paulo. A desclassificação foi resultado de recurso interposto pela Claro.

Para fundamentar a decisão, o Conselho Diretor cita parecer da Procuradoria Especializada da agência, que opinou pela desclassificação da Clivo, argumentando que a empresa não conseguiu provar suas condições de participação na licitação e até mesma de habilitação, ou seja, da capacidade econômico-financeira para pagamento da frequência.

A Clivo arrematou o lote E-8, após disputa com a Claro, ao apresentar o lance final de R$ 120 mil, com ágio de 88% sobre o preço mínimo (R$ 63,5 mil). A licença cobre localidades de São Paulo com código de área (DDD) 14, exceto os municípios de Agudos, Bauru e Piratininga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.