GVT é melhor avaliada entre provedores de Internet no Sudeste

Uma pesquisa realizada pela associação de consumidores Proteste com 813 internautas, a maioria com idade média de 44 anos, moradores do Sudeste e com ensino médio completo ou superior incompleto indicou que a GVT é a empresa melhor avaliada na região, tanto pelo seu serviço de internet, que inclui banda larga de velocidades de até 150 Mbps quanto na percepção da própria empresa por seu cliente, obtendo nota geral de 7,04. Vale lembrar que a operadora tem presença limitada a 138 municípios no Brasil e só deve chegar a São Paulo no segundo semestre.

Segundo a Proteste, em comunicado, "ainda há um longo caminho a percorrer até atingirmos os padrões de países em que a rede está estabelecida há mais tempo". O levantamento apurou que 24% dos pesquisados utilizam seu provedor de Internet há apenas um ano ou menos, seguido pelos que o usam há dois anos (18%). Entre as poucas opções de provedores de Internet no país, lideram o mercado a Oi Velox (28% de participação), NET Vírtua (20%) e GVT (13%). Metade dos internautas nunca mudou de provedor, o que a Proteste assinala como mais um contraste com as nações desenvolvidas, onde há maior número de provedores, acirrando a competição e elevando seus padrões de qualidade.

O gasto médio mensal do brasileiro com a internet é de R$ 105. Entre os vários tipos de pacote disponíveis, o mais barato – e predominante entre os contratos – só oferece Internet (R$ 70) e é . E há também o combo telefone +Internet + TV ao custo de R$ 159. No sudeste, as conexões mais utilizadas são as via cabo ou fibra ótica (com 34% de participação) e ADSL/VDSL (33%), com planos predominantemente de 10 Mbps. A Proteste cita que na Bélgica a velocidade predominante varia de 26 Mbps a 49 Mbps e em Portugal, 100 Mbps ou mais. A taxa de upload mais comum é de 1 Mbps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.