Após negociação com BTG pela InfraCo, ações da Oi são negociadas em queda

Foto: Pixabay

O anúncio do acordo entre Oi e BTG Pactual por 57,9% do capital da InfraCo, a unidade de fibra da operadora, não se refletiu positivamente nas movimentações em bolsa. No fechamento do mercado ao final da tarde desta segunda-feira, 12, a OIBR4 estava apresentando queda de 2,55%. Já as ações OIBR3 caíram 4,08% durante o dia do anúncio, ficando abaixo dos R$ 2. 

Analistas ouvidos por TELETIME apontam  que haverá uma "troca de base" de acionistas com o suposto fim do caráter especulativo das ações da Oi. E não consideram que a queda é um fator determinante para se declarar que os termos da negociação pela InfraCo não tenham agradado os investidores.

Para o especialista em ações da consultoria Levante, Eduardo Guimarães, o Oi "está caindo porque tem mais vendedor do que comprador". Ou seja, seria uma perda de interesse de investidores menores. A razão seria justamente esse final de eventos especulativos.

Notícias relacionadas

O importante é que a companhia passará a ter uma base de acionistas com investidor institucional, com fundos fundamentalistas que cobram seguro e até essa participação na gestão da empresa. Na visão de Guimarães, fundos especializados em investimentos de longo prazo estariam de olho na Oi, enquanto os acionistas pessoa física deixariam a empresa. "Não tem mais evento societário incerto, a não ser aprovações formais", disse ele a este noticiário. 

Ele acredita que, ao final dos desinvestimentos, a Oi passará a ser uma das poucas empresas com crescimento no Brasil, junto com nomes de peso como Rede D'Or e Magalu. Isso porque a empresa passará a focar na fibra, operação que tem evolução de EBITDA com múltiplos de 16 a 20 vezes, contra 4 ou 5 vezes no mercado de telecom tradicional.

Guimarães reconhece, entretanto, que causou surpresa a queda em um dia de alta na bolsa, mas que é normal o papel da empresa ter certa volatilidade. "Sobe no boato, e cai no fato", disse. Ele lembra ainda que, embora não seja uma ação considerada "penny stock", o valor de R$ 2 é baixo, e que "qualquer variação do centavo é grande". 

Sem grandes impactos

Analista da Guide Investimentos, Henrique Esteter afirma que a venda da participação na InfraCo é vista com bons olhos, mesmo que o valor das ações esteja em queda. "Não acho que seja movimento muito significativo a ponto de trazer receio grande ou interpretar que foi uma venda que o mercado não gostou", declarou ele em mensagem enviada ao TELETIME

Contudo, Esteter afirma que o plano de desinvestimentos da Oi agrada "ao mercado", deixando muitas incertezas do mercado para trás ao garantir as negociações das vendas dos ativos mesmo durante a pandemia. "A gente enxerga que as ações ON podem ser negociadas em alto em torna de R$ 2,80, até indo buscar R$ 3 dependendo da velocidade do plano de desinvestimentos, mas ainda precisamos ver acontecer", declara. Ou seja, investidores ainda estão esperando a concretização das operações. (Colaborou Henrique Julião)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.