Venda de equipamentos de informática e comunicação recua 11,9% em um ano

A venda de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação caiu 1,5% em fevereiro em relação ao mês anterior. Na comparação com igual mês do ano passado, a queda foi de 11,9%, de acordo com dados da pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 12, pelo IBGE. Segundo o instituto, esse é o vigésimo recuo consecutivo na comercialização de computadores e celulares. Em relação aos resultados acumulados, observou-se queda de 9,3% nos dois primeiros meses do ano e recuo de 10,3% nos últimos doze meses.

Na avaliação do IBGE, essa atividade sofre influência do comportamento da massa de rendimento habitual real da população e da taxa de desocupação dos trabalhadores. "Logo, quando a primeira passou a registrar queda e a taxa de ocupação começou a gerar incrementos, a revenda destes produtos foi afetada, pois se trata da venda de bens duráveis que não necessitam de constante reposição, além de serem não essenciais", ressalta o pesquisador.

De um modo geral, o comércio varejista nacional registrou no segundo mês do ano de 2017 queda de 0,2% para o volume de vendas e aumento de 0,1% para receita nominal, ambas em relação a janeiro de 2017, na série ajustada sazonalmente. Quanto ao volume de vendas, o resultado volta a ser negativo, porém não exerceu efeito sobre a média móvel que se mantém positiva pelo segundo mês seguido: 1% em fevereiro e 1,4% janeiro.

Em relação a fevereiro de 2016, o varejo nacional recuou 3,2%, em termos de volume de vendas, vigésima terceira taxa negativa consecutiva nessa comparação. Assim, o comércio varejista acumulou redução de 2,2% nos dois primeiros meses de 2017 e recuo acumulado nos últimos 12 meses de 5,4%. Para esses mesmos indicadores, em fevereiro de 2017, a receita nominal de vendas apresentou taxas de variação de 0,4% em comparação ao mesmo período de 2016, de 2,1% acumulada no ano e de 4,2% nos últimos 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.