Varejo mundial será abastecido com 150 milhões de tablets este ano

Desde que foi lançado no começo de 2010, o iPad tem reinado com alguma folga em relação aos concorrentes no segmento de tablets no mundo. Com a chegada de oponentes mais fortes como o Kindle Fire e o Nexus 7, o mercado começa a mostrar uma crescente adoção de dispositivos equipados com Android. E o consumidor em geral permanece com interesse suficiente nos equipamentos, cujas vendas globais deverão chegar US$ 64 bilhões neste ano, um crescimento de 28% em relação ao ano passado, segundo pesquisa da ABI Research divulgada nesta sexta, 12.

A previsão também afirma que o mercado mundial será abastecido com 150 milhões de tablets, um crescimento de 38% em relação a 2012. A dominância da Apple ainda é grande dentro desse cenário, sendo responsável por 60% dos aparelhos enviados ao varejo no último ano, enquanto o Android contou com 37% de dispositivos. Os 3% restantes foram dispositivos com Windows (nas versões 7, 8 ou RT), BlackBerry (o único modelo é o PlayBook) e sistemas não identificados pela ABI.

A companhia de pesquisas diz que ainda não é possível identificar o impacto do iPad mini no mercado, mesmo levando em consideração apenas a performance da Apple em relação ao modelo maior. Mas o que o setor mais aguarda, na visão dos analistas da ABI, é que um vendor baseado no sistema operacional móvel do Google consiga finalmente encostar na Apple em share de vendas. As apostas mais óbvias são para a Samsung, que já conseguiu feito semelhante no ano passado no segmento de smartphones.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.