Takenet lança portal de conteúdo adulto

As operadoras celulares sempre foram muito temerosas em distribuir conteúdo adulto em seus portais WAP. Muitas delas optam por editar as fotos, reduzindo o apelo erótico, para evitar possíveis reclamações, já que é difícil impedir o acesso de menores. Para resolver esse problema, a Takenet decidiu criar um portal próprio de conteúdo adulto, batizado de Mobsex. ?Assim as operadoras poderão vender conteúdo adulto sem que esteja diretamente associado à imagem delas?, explica Luciano Rodrigues, gerente comercial da Takenet. O Mobsex tem um design gráfico próprio e estará escondido dentro do deck das operadoras, geralmente a partir de um link intitulado ?área restrita: conteúdo adulto?. Uma vez acessado, o usuário lê um aviso legal e é obrigado a informar sua data de nascimento. Somente aqueles que disserem ser maiores de 18 anos acessam o portal.
A primeira operadora a abrir espaço para o Mobsex foi a Telemig Celular, no último dia 6 de dezembro. Em apenas quatro dias de funcionamento, o portal fez aumentar em 110% o número de downloads de vídeos da operadora mineira. ?Isso derrubou todas as minhas projeções. Estou recalculando agora nossa expectativa de downloads para o futuro?, disse Rodrigues.
O Mobsex oferece conteúdo de diversas publicações eróticas, como Sexy, Trip, Buttman, Hustler, G Magazine e Bella da Semana. Além de vídeos, o portal vende wallpapers, fotos, jogos Java com apelo erótico e ringtones sensuais. A Takenet está negociando com todas as outras operadoras brasileiras e espera fechar contrato com mais duas na semana que vem. O modelo de negócios com as operadoras é o tradicional compartilhamento de receita.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.