Telebrasil projeta investimentosde até R$ 12 bilhões em 2007

O setor de telecomunicações deve investir em infra-estrutura entre R$ 10 e R$ 12 bilhões em 2007. A previsão é de Ronaldo Iabrudi, presidente da Telebrasil, entidade que congrega empresas de todos os segmentos do setor, de operadoras a fabricantes de equipamentos e prestadoras de serviços. O montante projetado pelo executivo está próximo à previsão de investimento em 2006, que gira em torno de R$ 12 bilhões. ?O setor está entrando em uma fase de amadurecimento?, explica Iabrudi. Na opinião de Aluízio Byrro, diretor da Telebrasil, o investimento do setor não cresce por causa de barreiras regulatórias. ?Vários projetos ainda não saíram do papel por razões regulatórias. É o caso da 3G, do WiMax e do IPTV?, disse Byrro. Em 2005, o investimento do setor foi de aproximadamente R$ 14 bilhões.
O presidente da Telebrasil acredita que em 2007 o segmento de telefonia fixa continuará estagnado, tanto no tamanho de sua base quanto na receita. Em tráfego de dados, porém, haverá um crescimento entre 10% e 15%. Na telefonia móvel, o crescimento da base perderá força. A expectativa de Iabrudi é de que o número de assinantes de telefonia celular aumente em torno de 10% em 2007. O maior crescimento de usuários acontecerá, mais uma vez, no segmento de banda larga, com aumento de aproximadamente 20%, prevê Iabrudi.

Tributação

Notícias relacionadas

Os associados da Telebrasil não abandonaram o discurso crítico em relação à pesada tributação do setor, mas mudaram de estratégia. Em vez de pedirem uma redução generalizada dos impostos, propõem agora uma diminuição pontual para serviços de interesse da população mais pobre. ?Sobre uma ligação de um TUP não pode ser cobrado imposto semelhante a serviços de telefonia prestados para a Petrobrás, por exemplo?, exemplificou Iabrudi.
Outra pauta antiga que segue na agenda da Telebrasil para 2007 é a aplicação do dinheiro do Fust. Para Iabrudi, se pelo menos o montante que será arrecadado no ano que vem for realmente utilizado para a universalização já será um grande avanço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.