Metas de universalização monitoradas pela Anatel

A Brasil Telecom apresentou problemas em novembro em três metas de universalização que estão sendo cobradas desde janeiro deste ano. Na Telegoiás, foram identificadas 23 localidades que são atendidas com telefones individuais com menos de 3 TUPs por mil habitantes. A empresa afirma que vai resolver este problema até dezembro. Cinco empresas (CTMR, Telepar, Telems e Teleron) não atenderam em oito semanas a todos os pedidos de instalação de TUPs em unidades de saúde e educação. A CTMR e a Telesc não conseguiram atender a todos os pedidos de instalação de acessos individuais em unidades de saúde e educação em 12 semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.