Unifique amplia lucro em 83% e vê pouco impacto do 5G no caixa

Foto: Charles Thompson/Pixabay

A operadora catarinense Unifique reportou nesta quinta-feira, 11, resultados operacionais do terceiro trimestre que apontaram receita líquida de R$ 120,6 milhões, em alta de 59% em um ano. A empresa também encerrou o período com 424,7 mil clientes de banda larga ativos.

Destes, 52 mil foram adicionados a partir de aquisições ao longo do trimestre. Ao TELETIME, o diretor financeiro (CFO) da Unifique, José Wilson de Souza Jr., destacou a manutenção da margem acima da casa dos 50% mesmo com tais investimentos. "Essa é a premissa que passamos no IPO e que estamos conseguindo manter", afirmou.

No terceiro trimestre, a margem Ebitda da Unifique encerrou em 51,4%; em nove meses, o indicador aponta 53%. Mesmo no Rio Grande do Sul, onde a operadora se deparou com margens de 28% em ativos consolidados para ingresso no estado, já houve salto para 37,7% em apenas três meses, com impulso de sinergias.

Notícias relacionadas

De forma geral, a empresa reportou Ebitda de R$ 62 milhões no terceiro trimestre (alta de 63%) e de R$ 167,4 milhões no acumulado de janeiro até setembro (salto de 54%). Já o lucro líquido da operadora somou R$ 22,2 milhões no trimestre (alta de 83%) e R$ 57,7 milhões em nove meses (aumento de 57%).

5G

Vencedora do lote regional de 3,5 GHz no Sul em consórcio ao lado da paranaense Copel, a Unifique também está fazendo planos para ativação da rede nos estados onde levou a frequência.

"Vamos atacar primeiro as localidades onde conseguiremos melhor rentabilidade. Santa Catarina é um estado rico, com baixo desemprego, bom IDH e diversas localidades com poder aquisitivo muito bom", exemplificou Souza. "A expectativa é ter boa rentabilidade com a operação de 5G".

No momento, a empresa está fazendo a análise da tecnologia de fornecedores e finalizando o mapeamento de oportunidades. No radar estão segmentos como B2B industrial, Internet fixa sem fio (FWA), Internet das Coisas (IoT) e atacado.

Segundo Souza, as condições do edital do 5G garantiram preços muito atrativos para aquisição do espectro de 3,5 GHz. Em dinheiro, Unifique e Copel devem pagar R$ 4,7 milhões pela faixa, sendo 62,7% do montante (cerca de R$ 2,9 milhões) a cargo da empresa catarinense.

Se o pagamento de outorga não vai gerar grande impacto no caixa, as obrigações do leilão devem seguir a mesma trilha. Das mais de mil cidades com menos de 30 mil habitantes que o Consórcio Sul deve atender, 670 são da Unifique (247 em SC e 423 no Rio Grande do Sul), mas com obrigatoriedade da instalação do 5G apenas a partir de 2026.

Outras 41 localidades consignadas para a empresa no processo de conversão de ágio poderão ser atendidas com 5G até 2030. Dessa forma, apenas a instalação de backhaul óptico em duas cidades gaúchas (Sagrada Família e Lajeado do Bugre) deve ser necessária até 2025, dentre as obrigações associadas à faixa.

Ao todo, a Anatel estimava que uma entrante na região Sul precisaria aportar R$ 500 milhões em investimentos para tirar uma rede 5G do papel. Do valor que cabe à Unifique como parte do consórcio, a avaliação é que mais de dois terços do montante sejam investimentos já realizados ou que fazem parte do plano de negócios para os próximos anos.

"Se imaginar que o desembolso de caixa até 2025 é somente para esses dois municípios e pagar o valor da frequência [que pode ser parcelado em vinte anos], fica muito confortável", declarou Souza. Ao fim de setembro, a empresa contabilizava R$ 798 milhões em caixa.

Ações

A Unifique estreou na B3 em julho. Além da capitalização em si, o CFO da empresa vê um amadurecimento na relação com stakeholders como reflexo da maior transparência exigida das empresas de capital aberto. "Tivemos flutuações no valor das ações, mas os principais acionistas e fundos que entraram continuam com a gente", apontou José Wilson Souza.

Ao fim desta quinta-feira, 11, os papéis ordinários da operadora (que estreou a R$ 8,60 em julho) fecharam em R$ 6,70 após valorização de mais de 7%. Desde o arremate do 3,5 GHz no leilão do 5G há uma semana, a alta na ação é de 11,8%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.