Rezende: teles usaram VU-M como muleta e agora correm para mudar cobrança de dados

Com o recente anúncio de que Vivo e Oi mudaram a forma de cobrança de dados, acabando com o uso em velocidade reduzida após o consumo da franquia, as operadoras começam a discutir esses novos modelos de negócio. O presidente da Anatel, João Rezende, diz não ser contra a política, mas afirma que as empresas demoraram a entender implicações do próprio modelo de Internet móvel e agora correm atrás do tempo perdido com medidas bruscas. "Acho que houve dependência muito grande das operadoras com as tarifas de interconexão, a VU-M. Aí, quando a Anatel passou a alterar, elas perceberam que dados era onde tinham que remunerar. Elas usavam a muleta da VU-M ", afirmou ele durante debate no Seminário TelComp nesta terça, 11.

Notícias relacionadas

Rezende explica que agora que está havendo essa discussão sobre o fim da velocidade reduzida, as operadoras mudaram o modelo de negócios de maneira pouco transparente, o que irá causar consequências. "O próximo conflito que teremos nessa frente é (o consumidor) entupir o call center da Anatel com reclamações", avalia. Trata-se, inclusive, de uma visão bem diferente da apresentada em teleconferência com jornalistas neste mesmo dia pelo diretor geral da Telefônica/Vivo, Paulo César Teixeira, que negou que haverá antipatia por parte dos consumidores.

A visão de Rezende é que o usuário tem dificuldade de entender que é preciso ter limite no consumo de dados, e que isso foi provocado pelas próprias operadoras, em especial com os planos que ofereciam acesso ilimitado. "Acho que as operadoras são, sem dúvida, as grandes responsáveis por não terem levado mais informação ao usuário." O presidente da agência afirma que é preciso criar uma "política anticrise" para lidar com o problema. "Não somos contra a forma de cobrança, é preciso mostrar de fato o quanto ele (o consumidor) está consumindo, mas é preciso ter controle de danos. Se não o João Moura da Telcomp entra lá com ação judicial", finalizou ele em tom meio de brincadeira, meio de previsão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.