Base mundial de smartphones crescerá três vezes até 2019

A base mundial de smartphones crescerá praticamente três vezes entre dezembro deste ano e dezembro de 2019, passando de 1,9 bilhão para 5,6 bilhões. Hoje, os smartphones representam 28% do total de conexões móveis no mundo. Essa participação será de 60% dentro de seis anos. Em regiões como a América do Norte e a Europa, praticamente 100% dos assinantes terão smartphones, enquanto no Oriente Médio e na África a proporção será de 50%. Nesse intervalo de tempo, a quantidade de celulares tradicionais cairá de 4,5 bilhões para 3 bilhões. E a base de laptops, tablets e roteadores que acessam a rede celular subirá de 300 milhões para 800 milhões (não estão computados aparelhos que acessam apenas redes Wi-Fi). Os números fazem parte do novo relatório de mobilidade da Ericsson.

Em 2019, haverá 9,3 bilhões de conexões móveis no mundo, das quais 2,6 bilhões, ou 28%, serão de aparelhos 4G no padrão LTE. Na América do Norte, 85% das linhas em 2019 serão 4G. Na Europa essa tecnologia responderá por 55% da base em seis anos. Em ambas as regiões o 2G vai praticamente desaparecer ao fim desse período.

Na América Latina haverá uma forte migração do 2G para o 3G nos próximos seis anos. Hoje, os celulares 2G são 70% da base. Em 2019, os aparelhos 3G vão ocupar a liderança, também com 70% da base. O 4G terá quase 20% do total.

Fonte: Ericsson

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.