Nextel aposta em PMEs para crescer

Embora o mercado corporativo seja um dos mais concorridos para as operadoras de telecomunicações, a Nextel acredita que ainda há muito potencial de competição e crescimento no segmento de pequenas e médias empresas (PMEs). De acordo com o presidente da Nextel para o Mercosul, José Felipe, a operadora começou neste ano a desenhar soluções específicas para o segmento. ?Queremos dar às pequenas e médias empresas todos os aspectos de serviços que são importantes para uma grande empresa?, afirma.
Embora a maior parte da receita da NII Holdings, empresa que controla as operações da Nextel na América Latina, seja originada no México, a operação brasileira é estratégica e vista como o berço do crescimento futuro da empresa na região. ?A operação do México é saudável e abrangente por conta da proximidade com os EUA, mas o Brasil é nossa maior oportunidade de crescimento?, afirma o vice-presidente de marketing e vendas da NII Holdings, Doug Dunbar, baseado em Reston, na Virgínia (EUA), que veio ao Brasil para inaugurar as novas instalações da empresa, em São Paulo.

PTT

Notícias relacionadas

A concorrência das operadoras móveis com o lançamento do serviço push-to-talk (PTT) parece não assustar os executivos da Nextel. ?Ainda não temos uma idéia de qual será o impacto no mercado, mas acredito que há mercado para todos?, pondera o vice-presidente de vendas da empresa, Ubiratan Fernandes Valade. Para o diretor de marketing, Mario Carotti, prestar serviços para o mercado corporativo não se restringe à oferta de PTT. ?Temos uma oferta de PTT combinada com localização GPS e conexão de dados e estamos muito otimistas para o próximo ano?, comenta Carotti.

Números

De acordo com José Felipe, a Nextel já cresceu 22% no ano em relação a 2003, somando 100 mil novos usuários, o que totaliza em 2004 cerca de 450 mil usuários no País. A Nextel investiu aproximadamente R$ 200 milhões neste ano para melhorar e expandir a rede, dos quais mais de R$ 22 milhões foram direcionados para área de suporte de sistemas. Os investimentos desde a entrada da empresa no País em 1998 totalizam US$ 1,4 bilhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.