Dia das Crianças perde apenas para Natal na venda de celulares e smartphones

O Dia das Crianças entrou definitivamente na lista das principais datas do comércio em vendas de celulares e smartphones, e os brinquedos e roupas estão perdendo cada vez mais espaço para esses eletrônicos. Em 2010, segundo dados da Nielsen, a venda de smartphones em outubro só não foi maior que dezembro: 9,7% no “mês das crianças”, contra 16,5% no Natal. A venda no período do Dia das Crianças superou outras tradicionais datas do varejo, como Dia das Mães e Dia dos Pais. De acordo com a Nielsen, já na divisão por celulares, cerca de 8% dos aparelhos foram comercializados em outubro do ano passado, abaixo dos meses do Dia dos Pais (agosto) e Dia das Mães (maio) de 2010.

Notícias relacionadas
“O Dia das Crianças é uma das datas mais importantes para o segmento, pois o celular e, principalmente, os smartphones acabaram substituindo presentes tradicionais, como brinquedos e roupas. As crianças querem acessar redes sociais, games, enviar torpedos”, diz Thiago Gustavo Gomes Moreira, diretor de telecom da Nielsen Brasil.

A TIM acredita em um aumento das vendas no feriado de 12 de outubro e, segundo informou a esta reportagem, trabalha com margem superior à registrada na mesma data do ano passado. A ZTE, fabricante chinesa de aparelhos móveis, também faz grandes planos para o mês das crianças no mercado local. “A expectativa é de pelo menos triplicarmos as vendas em relação a outubro passado”, disse Alexandre Siqueira, diretor de vendas da ZTE Brasil. “O dia das crianças representa um grande volume de vendas e, para este ano, os celulares e smartphones estão em segundo lugar como presentes mais procurados para as crianças, de acordo com pesquisas de mercado”, acrescenta o executivo.

Motivos

Segundo o economista da Associação Comercial de São Paulo, Emilio Alfieri, além do aumento do Produto Interno Bruto (PIB), ampliação do crédito, redução da taxa Selic e do preço dos aparelhos e da facilidade com que as crianças utilizam novas tecnologias, há um outro componente interessante que influencia sobremaneira a demanda aquecida dos aparelhos em outubro. “O celular e o smartphone não são presentes somente para as crianças, mas para os pais também. Trata-se de um importante instrumento de controle, pois assim os pais conseguem se manter informados sobre onde e com quem estão seus filhos, principalmente após estes ‘saírem de casa’ para a vida escolar”, explica.

Celular da Barbie

A ZTE acredita tanto no mercado infantil que está lançando, especialmente para a data das crianças, o aparelho Barbie R228, celular dual chip com câmera de 1,3 megapixel, bluetooth, acesso a redes sociais, MP3 player e rádio FM. Desenvolvido para crianças, o handset custa R$ 179 e conta com wallpapers, fotos, músicas da Barbie, além de trailler e videoclipe do filme "Escola de Princesas" e brindes especiais, como hidratante da Barbie e cartela de adesivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.