Alcatel One Touch começa a produzir no Brasil

A Alcatel One Touch, marca da chinesa TCL Corporation, anunciou nesta quinta-feira, 11, o início de sua produção no Brasil. A princípio a empresa terá três modelos de smartphones e um tablet em uma fábrica terceirizada em Manaus.

Atualmente com 7% de participação no mercado brasileiro de celulares, segundo a IDC, a Alcatel One Touch espera atingir 5% de participação do mercado de smartphones em um ano. Antes deste anúncio, a empresa importava apenas feature phones da China. Entre os incentivos para a produção local, estão a promulgação da Lei do Bem para smartphones, o custo melhor e a geração de empregos no País. "No início, devemos gerar cerca de 100 empregos diretos e indiretos, evoluindo até 500 empregos com o aumento da produção e do portfólio. Decidimos começar com uma fábrica terceira, mas que tem um acordo conosco em todos os parâmetros, que aceitou nossos funcionários brasileiros e chineses, nossas peças, equipamentos de qualidade etc. Faz parte do nosso plano ter uma fábrica própria, mas vai depender muito do mercado brasileiro", afirma Marcus Daniel, presidente da Alcatel One Touch no Brasil. A empresa não revela sua parceira de fábrica por questões contratuais.

O tablet produzido no País será o Alcatel One Touch Evo 7, com tela de 7 polegadas e um sistema modular 3G. O consumidor pode inserir o módulo para se conectar à rede 3G, e retirá-lo, caso queira uma conexão Wi-Fi. Inicialmente, o tablet será vendido somente pela TIM, e os preços serão definidos junto com os planos de dados pela operadora.

Os três modelos de smartphones fabricados localmente serão dual SIM e com preços abaixo de R$ 1 mil reais, além de atenderem aos requisitos da Lei do Bem. O modelo Idol é considerado o mais avançado da linha, com Android 4.1, display de 4.7 polegadas, câmera traseira de 8 MP, processador dual core de 1 GHz, com preço sugerido para o varejo de R$ 999. O segundo modelo, chamado de M'Pop, é intermediário, com preço sugerido de R$ 569 e características como display de 4 polegadas, Android 4.1 e câmera de 5 MP. E a empresa também fabricará um modelo de smartphone de entrada, o Pixo, com preço sugerido de R$ 399, com Android 2.3, tela de 3,5 polegadas e processador de 1 GHz.

"Estamos investindo também em smartphones 4G. Vamos enviar ao varejo a primeira remessa desses produtos ainda neste ano, inicialmente para Europa e Estados Unidos. No Brasil, virá provavelmente em algum momento do ano que vem", diz Alain Lejeune, da área de pesquisa e desenvolvimento da Alcatel One Touch. "Esses três modelos significam apenas que são os primeiros. Para o ano que vem, temos interesse em trazer aparelhos 4G e outros modelos que estão sob estudo", reforça Marcus Daniel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.