Publicidade
Início Newsletter Área técnica da Anatel estuda rever especificações técnicas da faixa de 6...

Área técnica da Anatel estuda rever especificações técnicas da faixa de 6 GHz

Conselheiro Emmanoel Campelo. Foto: Reprodução

Mesmo após a aprovação das especificações técnicas para a faixa de 6 GHz, a Anatel estabeleceu que vai poder rever esses parâmetros depois de seis meses. Um ponto que pode ser considerado é a possibilidade de interferência em serviços de transporte inteligente (ITS) no limite inferior dos 6 GHz, embora a agência esteja também aguardando investigações internacionais. 

Não se trata, contudo, de uma reescritura da destinação do espectro, conforme salientou o conselheiro Emmanoel Campelo durante evento online do portal Tele.Síntese nesta sexta, 11. “Não é para refazer [a resolução], é para evitar conflitos, como o caso dos ITS”, declarou. 

A possibilidade de interferência com os sistemas ITS foi endereçada por correspondência assinada por um grupo de empresas, que propuseram ajustes no Ato regulatório para permitir a convivência com o WiFi 6E. O conselheiro diz que o assunto já está com a área técnica.

Notícias relacionadas

Por enquanto, a Anatel observa a experiência de outros países – mais especificamente, a Federal Communications Commission (FCC), o órgão regulador dos Estados Unidos. “A FCC inaugurou os estudos, testes e regulamentações sobre o WiFi 6E e, até o momento, ainda não concluiu esses estudos.”

Desta forma, Campelo não descarta a possibilidade de “adiantar” no Brasil a abordagem no assunto por meio do modelo de sandbox regulatório – isto é, com tentativas de soluções com regras mais flexíveis, acompanhadas pela autarquia, seguindo inovações e propostas de mercado. “Eu vejo como uma evolução natural. Não faz muito sentido tolher a tecnologia quando se gera expectativas sobre a adoção.”

A agência, diz o conselheiro, já destinou os 1.200 MHz na faixa de 6 GHz para a uso interno (indoor) de equipamentos de radiação restrita, como o Wi-Fi 6E, “pensando na utilização de forma mais ampla”. Isso inclui até a consideração para o futuro padrão WiFi 7

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile