Comissão Europeia anuncia 26,5 milhões de euros para rota Lisboa-Fortaleza

Durante a 2º Cúpula entre a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e a União Europeia na quarta-feira, 10, em Bruxelas, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, anunciou que o bloco econômico contribuirá com 26,5 milhões de euros para a construção do cabo submarino que conectará Portugal e Brasil. A infraestrutura partirá de Lisboa até Fortaleza, configurando-se como a primeira rota a ligar os dois continentes – atualmente, todo o tráfego precisa passar pelos Estados Unidos primeiro.

Notícias relacionadas
O projeto do cabo submarino é a parceria público-privada entre a Telebras e a companhia espanhola Islalink, anunciada em janeiro de 2014 com um valor estimado total de US$ 185 milhões. Em maio deste ano, o presidente da estatal brasileira, Jorge Bittar, afirmou que a ideia era constituir a empresa a assinar o acordo de acionistas com a espanhola até esta quinta-feira, 11, mas, até o momento, não há confirmação de que isso tenha ocorrido. Uma vez constituída, a empresa poderá confirmar o pré-acordo celebrado em janeiro do ano passado, com os previstos 65% de participação da IslaLink, 35% da Telebras. No futuro, a IslaLink transferirá 20% das ações da empresa para um fundo de investimentos ainda indefinido, ficando com 45% de participação.

O financiamento da Comissão Europeia já era previsto: Bittar afirmara que os investimentos europeus têm como objetivo assegurar o uso do cabo para as pesquisas que utilizam o observatório do Atacama, no Chile, explorado por agências europeias. Além dos 26,5 milhões de euros anunciados oficialmente por Juncker em Bruxelas, a União Europeia destinará ainda um total 118 milhões de euros para projetos de infraestrutura na América Latina, principalmente para setores de transporte e energia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.