Mesmo com fibra em alta, incumbentes perdem market share em um ano

Mesmo com a alta da tecnologia de fibra óptica na banda larga fixa, as três principais operadoras do segmento no Brasil (Claro, Vivo e Oi) perderam market share em 12 meses até março de 2021, quando consideradas todas as tecnologias.

Nesta última segunda-feira, 10, foi publicado erroneamente por TELETIME que a participação de mercado da Vivo e Oi havia subido no intervalo. Na verdade, o share da primeira passou de 20,6% em março de 2020 para 17,6% no mesmo mês deste ano, enquanto a participação de mercado da última recuou de 15,2% para 14,2%.

As informações fornecidas pela Anatel constam em relatório do BTG Pactual que apontou desafios para Claro na competição com players focados em fibra óptica. Na empresa (líder do mercado de banda larga), o market share recuou de 29,1% para 27,1% entre março de 2020 e março de 2021.

Notícias relacionadas

Nos três grupos, contudo, o crescimento do parque em fibra óptica chama atenção: a base da Vivo cresceu 35,4% em um ano até março (para 3,7 milhões de clientes); a da Oi, 119,3% (para 2,7 milhões); e a da Claro, 59,5% (para 511 mil acessos).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.