Microsoft investe em cabos submarinos para conectar data centers globalmente

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira, 11, durante a Semana Internacional de Telecomunicações (ITW, na sigla em inglês), evento anual dedicado à indústria de telecom, que está investindo em vários cabos submarinos para conectar seus data centers globalmente, acompanhando o crescente consumo de dados. Os investimentos, cujos termos financeiros não foram divulgados, envolvem dois projetos.

O primeiro compreende uma parceria da Microsoft com as provedoras de serviços de telecom Hibernia Networks e Aqua Comms, que prevê a construção de dois cabos submarinos, ambos com 10 Tbps de largura de banda, para conectar os data centers da companhia na América do Norte, Irlanda e Reino Unido. A empresa, no entanto, não revelou a extensão dos cabos, tampouco quando iniciarão as operações.

"Estes cabos irão ajudar a fornecer dados a velocidades mais elevadas, com maior capacidade e menor latência para os nossos clientes em todo o mundo", comentou David Crowley, diretor de redes da Microsoft, em post publicado no blog do Microsoft Azure.

Adicionalmente, a Microsoft se juntou ao consórcio New Cross Pacific (NCP) Cable Networks formado pela China Mobile, China Telecom, China Unicom, Chunghwa Telecom e KT Corporation. Como parte da sua participação, a Microsoft vai investir em sua primeira landing station nos EUA a interligar a América do Norte à Ásia, com pontos passando pela China, Coreia do Sul, Taiwan e Japão. A capacidade dos cabos, que já estão em construção, será de 80 Tbps.

Em setembro do ano passado, a Microsoft concordou em comprar capacidade de um cabo submarino de fibra ótica da Seaborn Networks, que ligará São Paulo a Nova York. O sistema deve iniciar os serviços no quarto trimestre de 2016.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.